LEIA A PALAVRA DO PRESIDENTE

Um Enacal que debaterá desafios

Escrevo essa mensagem com bastante alegria. É que estaremos reunidos novamente no próximo dia 26 de novembro para discutir o calcário na perspectiva do agronegócio do Brasil. Ao mesmo tempo, avaliaremos os impactos econômicos e as mudanças na legislação que envolvem nossas empresas.

Digo que estou bastante feliz porque o Enacal se mostra o momento mais importante para troca de informações entre nossos Associados, bem como os Sindicatos estaduais que integram a Abracal. Aliás, nossa Associação completa 45 anos de forma bastante sólida, fruto da ação dos empresários em suas empresas e nas práticas institucionais adotadas.

Mesmo de forma on-line, creio que teremos um evento bastante importante. Nosso time de dirigentes e pessoal administrativo está se esforçando para trazer o que há de melhor quando falamos de calagem.

Nesse sentido, a cadeia de produção de corretivos agrícolas se orgulha de receber Alysson Paolinelli. Na figura dele, saudamos todos os palestrantes. Paolinelli nos falará sobre o presente e o futuro da Agricultura, com sua visão que antecipa tendências.

Cito o ex-ministro pelo fato de seu projeto, o PROCAL, ter tornado maciça a correção de solo no país. A indicação de Paolinelli para o Prêmio Nobel da Paz pela contribuição na produção de alimentos em terras tropicais foi mais do que merecida. O PROCAL ainda gera resultados para os consumidores e produtores, para o Brasil e o mundo, embora sua implementação date de 1975.

O Enacal ganha força a cada ano. Os desafios para os nossos clientes envolvem a produtividade das culturas e o manejo do solo. Para a indústria de calcário agrícola, as pautas abrangem questões como custos nas pedreiras, a tributação e o mercado de insumos no mundo.

Convido a comunidade a se inscrever no nosso evento – clicando aqui – e participar de forma bastante ativa.

Vamos nos ver lá no Enacal!

João Bellato Júnior
Presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Calcário Agrícola (Abracal)

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *