Encontro de calcário mostra alta no consumo acima do esperado

A indústria de calcário agrícola no Brasil vive uma alta no consumo acima do esperado esse ano. O mercado mundial de commodities, a escassez de fertilizantes e a variação cambial geraram o resultado.

A avaliação é do presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Calcário Agrícola (Abracal), João Bellato Júnior. Ele fez pronunciamento nesse sentido na abertura do principal evento do setor no país, o Encontro Nacional dos Produtores de Calcário (Enacal).

O evento foi em formato on-line, tendo ocorrido na última sexta-feira, 26 de novembro. Quatro palestras ocorreram, com temas como calagem nos tempos atuais, legislação sobre corretivos de solo, tributação e cenário econômico do Brasil.

Em breve, aqui no site, vamos detalhar os conteúdos das palestras. Cerca de 200 lideranças do setor em 10 estados do país acompanharam as apresentações ao longo do dia.

“Estávamos esperando algo em torno de 10 a 12% de alta no consumo esse ano. Mas fomos surpreendidos positivamente, e o crescimento deve ficar perto de 30%”, contou Bellato.

Para atender os clientes, a indústria paulista de calcário tem trabalhado até de noite – veja esse conteúdo.

Já os empresários do Rio Grande do Sul iniciaram campanha sobre o correto armazenamento do produto, o que permite uma compra planejada, com redução no custo do frete.  Clique aqui.

Maior tecnificação

“As commodities e o câmbio pesaram nesse cenário. Também houve uma escassez de fertilizantes. Tudo isso ampliou a importância de um olhar mais tecnificado por parte do agricultor”, disse o presidente da Abracal.

“Isso é bom não só para o setor, mas de forma ambiental, pois a pandemia trouxe uma exigência de produtos mais naturais. O calcário é uma rocha moída que corrige a acidez do solo e ajuda na produtividade”, avaliou.

Clique e assista à apresentação de João Bellato Júnior.

A ação contou com o apoio dos sindicatos estaduais. Alguns deles realizaram polos presenciais de acompanhamento dos conteúdos ao longo do dia 26. As palestras foram apresentadas pelo diretor executivo da Abracal, Euclides Francisco Jutkoski.

Fornecedores presentes

Houve apresentação de conteúdo técnico envolvendo equipamentos para produção de calcário. A apresentação coube aos patrocinadores do Enacal, que foram:

. Granaço Fundição e Usinagem;

. MR Grelhas para Moinho;

. Máquinas Furlan;

. IBE Metal.

Goiás em 2022

A expectativa fica agora para o Enacal 2022. O Sindicato das Indústrias de Calcário de Goiás será o anfitrião.

O evento ocorrerá no último trimestre do ano que vem, em Goiânia.

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.